Avaliação do Ciclo de Vida é tema de apresentação do IBICT em Medellín, Colômbia

Publicado dia 13/06/2017

Thiago Rodrigues apresenta pesquisa que aborda a Avaliação do Ciclo de Vida da produção de óleo da Macaúba na região do semiárido brasileiro

Entre os dias 12 e 15 de junho de 2017 acontece em Medellín, Colômbia, a VII Conferencia Internacional de Análisis de Ciclo de Vida en Latinoamérica (CILCA), um fórum internacional para compartilhar experiências sobre o Pensamento do Ciclo de Vida e Avaliação do Ciclo de Vida na região.

O evento tem apresentação de artigos orais e pôsteres de pesquisadores do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), como Carla Gama, Thiago Rodrigues e do Coordenador de Tecnologias Aplicadas a Novos Produtos, Tiago Braga.

O tema central do evento é “A contribuição da ACV para as metas de sustentabilidade” e neste sentido, Tiago Braga relata a importância da contribuição da equipe na CILCA, uma vez que o IBICT atua na gestão de dados de ACV através da manutenção do Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida (SICV Brasil): “A gestão de Dados de ACV é fundamental para se atingir metas de sustentabilidade, uma vez que tais dados permitem que estudos de ACV sejam realizados a fim de se identificar formas de otimizar o desempenho ambiental de produtos e processos, relata.

Em 13 de junho, Thiago Rodrigues apresentou uma pesquisa, realizada em parceria com colegas da Embrapa, em que aborda a Avaliação do Ciclo de Vida da produção de óleo da Macaúba na na região do semiárido brasileiro.

O evento é bianual, acontece em diferentes países da América Latina e reúne especialistas e interessados de todo o mundo. Fruto de um trabalho contínuo desde 2003, o evento tem sido considerado um dos mais significativos e importantes em Análise de Ciclo de Vida para toda a região ibero-americana.

Em 2015, IBICT participou de reuniões de trabalho, mas não apresentou artigos, por isso as expectativas do grupo brasileiro em Medellín são entender as tendências nas discussões de ACV na América Latina e no mundo e partilhar as experiências do que tem sido desenvolvido no Brasil.

 

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn